8/30/2017

NOTA DE ESCLARECIMENTO da 29ªCIPM SOBRE AS BLITZ

A 29ª CIPM vem a público tranquilizar toda a sociedade seabrense, bem como das demais cidades que compõem a sua área de responsabilidade, informar que continuará cumprindo com o seu dever constitucional de realizar o policiamento ostensivo, preventivo e repressivo, realizando as abordagens a veículos e pessoas conhecidas popularmente como “blitz”, utilizando-se do que preceitua a técnica policial militar.

 Essas abordagens a veículos e pessoas são fundamentais para a manutenção da segurança pública e constituíram uma das ferramentas principais para que tenhamos alcançado os seguintes resultados operacionais nos últimos 8 meses: apreensão de 31 armas de fogo, 132 presos em flagrante, recuperação de 141 veículos produtos de furto/roubo e 62 apreensões de drogas ilícitas. Alertamos a população que ao adquirir um veículo de procedência ilícita, ela está financiando o crime organizado, e este comportamento retroalimenta uma cadeia que se repete aumentando exponencialmente o número dessas ações delituosas, trazendo uma maior sensação de insegurança para a comunidade. Exemplo disso, foi o recente roubo a loja “Dj Celulares”, no qual o veículo utilizado pela dupla de criminosos, foi recuperado na periferia da cidade, sendo constatado após consulta que se tratava de um veículo com restrição de roubo.

 Com isso, queremos demonstrar a importância vital para a segurança pública das ações de abordagens a pessoas e veículos realizadas pela Polícia Militar. Em virtude de tais ações preventivas a 29ªCIPM conseguiu reduzir drasticamente os números de Crimes Violentos Contra o Patrimônio – Roubos e Crimes Violentos Letais Intencionais - Homicídios, em relação ao mesmo período do ano de 2016. Conclamamos a população a se unir à Polícia Militar no intuito de coibir que veículos sem a mínima condição de tráfego estejam circulando pelas nossas ruas e rodovias, bem como menores estejam dirigindo ou pilotando, ou ainda maiores estejam conduzindo veículos sem estarem legalmente habilitados para tal. A prática reiterada desses costumes na nossa região em especifico, ocasionou nesse final de semana uma tragédia anunciada ocorrendo sete acidentes de trânsito, totalizando quatorze vítimas, dentre as quais nove foram hospitalizadas e cinco tiveram suas vidas ceifadas, sendo uma delas um adolescente de apenas 14 anos de idade que conduzia uma motocicleta. Dos quatorze veículos envolvidos nos acidentes, treze estavam com a sua documentação irregular.

Dos quatorze condutores, nove não estavam habilitados e todas as vítimas que vieram a óbito não utilizavam o capacete no momento do sinistro. Sabendo que conta com o apoio irrestrito da comunidade e das autoridades, por meio desta Nota, a 29ºCIPM ratifica o compromisso inabalável de continuar zelando pelas vidas preciosas da comunidade Seabrense, trabalhando diuturnamente para coibir os delitos/ infrações de trânsito e os crimes de modo geral.


 PMBA e Comunidade na Corrente do Bem ! #NaoParaNunca #24HrsNoEmbate #PMBA

3/18/2017

CHAPADA: UM HOMEM E SUA BIOGRAFIA 134 ANOS DO NASCIMENTO DO CORONEL HORÁCIO DE MATOS

Hoje, 18 de março de 2016, é um marco para a historiografia da Chapada Diamantina, para a Bahia e quiçá o Brasil, nessa data veio ao mundo um dos maiores guerreiros que o céu desta terra já cobriu. Horácio de Queirós Matos nasceu na Fazenda Capim Duro, no antigo distrito de Chapada Velha que pertencia ao município de Brotas de Macaúbas, hoje pertencente ao distrito de Minas do Espírito Santo, município de Barra do Mendes, Estado da Bahia, aos 18 dias do mês de março do ano de 1882. Filho de Quintiliano Pereira de Matos e D. Herminia de Queiroz Matos. Tinha o prestigioso Coronel, os seguinte irmãos: Jovita, Vítor, Júlia, Cardosina, José, Francisco, Izidório, Ezequiel e Arquimedes de Queiroz Matos.

 Do segundo casamento de pai, teve o mesmo os seguintes irmãos: com Manoel, Juliana, Venâncio, José Benício de Matos, e Quintiliano Pereira de Matos Filho. Horácio de Matos casou-se com Dona Augusta Medrado de Matos em 23 de julho de 1923, sendo esta, filha do importante Cel. Antonio Landulfo da Rocha Medrado – Chefe de Mucugê, e com ela teve os seguintes filhos: Horacina, Horácio de Matos Júnior,Judith,Juth e Tácio Medrado de Matos. Na cidade de Morro do Chapéu, para onde se deslocou ainda muito moço, logo, se instalou com uma loja de tecidos e outros artigos do ramo. Sem demora, conseguiu grande amizade com o chefe local, o Cel. Francisco Dias Coelho este lhe deu a patente de Tenente-Coronel da Guarda Nacional, e assim o iniciou na política e na vida publica o que mais tarde se revelaria com grande êxito no futuro Chefe do Interior da Bahia, segundo o grande Estadista Rui Barbosa. Com a morte do seu tio Clementino de Matos, em 1912, Horácio de Matos passou a chefiar a família Matos. E, foi um dos mais valorosos chefes sertanejos.

Sendo ele evocado por várias vezes para em defesa dos pobres sertanejos que naquela época tantas opressões sofria sob o comando de poderosos sem coração que afligia os pobres, nunca se esquivava em atender aos pedidos dos seus conterrâneos. Exerceu os seguintes cargos: Chefe Político e Juiz Municipal , em Chapada Velha (1912); Conselheiro Municipal e Chefe Político em Brotas de Macaúbas (1916); Intendente Municipal de Brotas de Macaúbas (1917); Coronel da Guarda Nacional em Brotas (1918); Chefe Político de Lençóis (1920); foi nomeado Delegado Regional em Lençóis para toda a região Centro-Oeste até as barrancas do São Francisco em 09 de abril de 1920; Eleito Senador Estadual, pelo PRD,nas eleições de 07 de outubro de 1923,quando obteve 12.661 votos, mas só foi reconhecido em princípios de 1924, já no Governo Góis Calmon. Conselheiro Municipal em Lençóis (1926); Vice-Presidente e depois Presidente do Diretório Municipal do Partido Republicano Democrata, em Lençóis (1926); Presidente do Conselho Municipal de Lençóis (1927); Intendente (Prefeito) Municipal de Lençóis (em 08 de janeiro de 1928). Sendo um dos melhores administradores de Lençóis; exerceu o cargo de Intendente com eficiência, honestidade e justiça. Fundou o jornal “O Sertão”, em Lençóis (1929).

Comandou centenas de homens em armas, nas lutas de Campestre, contra os jagunços comandados pelo Cel. Manoel Fabrício de Oliveira, para vingar o assassinato do seu irmão Vitor de Matos. Cujo cerco durou 42 dias. Iniciou em abril e terminou em maio de 1915. Horácio de Matos comandou o cerco de Barra do Mendes, contra os homens do Cel. Militão Rodrigues Coelho, janeiro a junho de 1919. Em 1920, comandou o cerco de Lençóis contra os membros da Família Sá, que governavam o município. Fez parte como Chefe, da Reação Sertaneja, a pedido dos famosos opositores do então governador, os Senhores Rui Barbosa, Otávio e João Mangabeira, Ernesto Simões Filho, Pedro Lago, Luiz Viana entre outros, no sentido de impedir a posse do Governador eleito, Dr. José Joaquim Seabra, em 1920. Organizou o Batalhão Patriótico “Lavras Diamantinas”, com 625 homens, em 1926, para perseguir os “Revoltosos” da Coluna Prestes, nos Estados da Bahia, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso, até as fronteiras com a Bolívia. Na Revolução de 1930, Horácio de Matos ficou ao lado das forças que apoiavam o Presidente Washington Luis, que foi deposto, depois de vitoriosa a revolução. Horácio de Matos participou e colaborou no Desarmamento Geral do Sertão, em 1930. Depois da vitória da revolução, houve enorme perseguição aos chefes sertanejos. Horácio de Matos foi preso em Lençóis, a 30 de dezembro de 1930, na interventoria de Leopoldo Amaral, pelo tenente Hamilton Pompa e recolhido a chefatura de polícia, na Praça da Piedade em Salvador, no dia 1º de janeiro de 1931.

Estava a Bahia, sob a interventoria de Artur Neiva, quando vieram os idos de maio de 1931, quando Horácio estava em liberdade em Salvador. No dia 13 de maio de 1931, Horácio de Matos é posto em liberdade condicional para responder a júri. No dia 15 de maio de 1931, às 19:30 horas, logo após o jantar, saiu Horácio à rua, com sua filha Horacina, pela mão, e enquanto se deteve para conversar com uma velha conhecida, no Largo do Accioly, depois Largo 02 de Julho, em Salvador, foi alvejado pelas costas pelo Guarda-civil Vicente Dias dos Santos, que lhe fizera três disparos certeiros, tendo um dos projéteis atingido a carótida e outro transfixado o hemitóraz esquerdo e atravessado o coração. Sua morte foi instantânea, sendo o corpo levado para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues, onde foi autopsiado, voltando o corpo para a casa do Dr. Arlindo Sena, à Rua do Acioli nº 17, de onde seguiu o féretro para o Cemitério do Campo Santo, onde foi sepultado na quadra 11, campa 804 ª Tombou assim, Horácio de Queiroz Matos, o famoso caudilho que por muitos anos sustentara lutas terríveis nos sertões da Bahia, contra poderosos adversários que se coligavam contra ele. O assassinato do Cel. Horácio de Matos, foi bastante sentido no sertão e nas lavras. Ao seu sepultamento, compareceram membros do Tribunal de Justiça, médicos, advogados, jornalistas, escritores, políticos, representantes do Clero, vultos do alto comércio e de outras classes sociais, foram levar ao ilustre caudilho o último adeus.

 Ao descer o corpo de Horácio à sepultura, o jovem Alberto Morais, acadêmico de direito, pronunciou, em prantos, entre outras, as seguintes palavras: “Com o teu desaparecimento o sertão está órfão. Quem nos poderá guiar de agora por diante, para a paz ou para a guerra? ... Quem terá condição para substituir-te, e levar-nos, com a mesma bravura e com a mesma serenidade à busca das nossas sagradas reivindicações de homens livres? ... Quem, como tu, nos poderá ensinar a corrigir as injustiças sociais e gritar contra a indiferença dos Governos? ...” Morreu assim, vítima de grande traição, um dos mais famosos e dos mais respeitados chefes sertanejos: Cel. Horácio de Queiroz Matos. Horácio de Matos, foi alvo de criticas e elogios nos principais jornais do Estado e do País durante todo o século passado, e ainda hoje, em plena era da Internet, seu nome e sua valorosa biografia é citada por inúmeros historiadores, professores de universidades e por todos os internautas em geral. A família Matos é predominante na região serrana de nosso município, onde toma parte várias personalidades de nosso município, a exemplo de José Benício de Matos, Izalino Queiroz Matos, Alexandrino de Matos, Alexandrino Neto, Afra de Matos, Emídio de Matos, Maximiano de Matos, João Gomes-João Tenente, Aristófanes Matos, Everaldo Matos, Sebastião Bastos Matos, e tantos outros que não se podem aqui citar devido formar uma extensa lista.

Várias cidades da Chapada Diamantina, tem assim feito, a exemplo das Praça Horácio de Matos em Seabra, Praça Horácio de Matos em Lençóis, Rua Horácio de Matos em Brotas de Macaúbas, Colégio Horácio de Matos em Mucugê,e Aeroporto Internacional Horácio de Matos em Lençóis, dentre outros. Com o advento da internet e de outros meios de comunicações, escrita, visual e auditiva, a biografia do Coronel da Chapada Velha se tornou viral, mito. O historiador apresenta e a História julga, mas nesse caso o próprio personagem é auto -julgado pela sua biografia. Coronel Horácio de Matos, um nome que resiste.

 Liandro Antiques

3/14/2017

Piatã: Vereadores de oposição se candidatam e recompõe Mesa Diretora da Câmara


Na sessão ordinária de hoje, dia 14, foi realizada a eleição para recomposição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Piatã, preenchendo os cargos de vice-presidente, 1º secretário e 2º secretário que haviam ficado vagos desde a renúncia dos seus titulares, todos da base situacionista. Na sessão de hoje, três vereadores da oposição foram eleitos para recompor a mesa diretora, sendo eles: Ronaldo Souza (Rone) – Vice-Presidente, Manoel Miron (Mironzinho) – 1º Secretário e Jilson Araújo – 2º Secretário. Eles se juntam ao Presidente Beto Bahia, que permaneceu no cargo após a debandada dos vereadores de situação. Com isto, a Mesa Diretora foi recomposta e a situação está normalizada, estando a Câmara de Piatã apta a desempenhar as suas funções legislativas. O que não se sabe ainda é qual será a repercussão política do fato, tendo em vista que o Vereador Beto Bahia foi eleito pela situação e, segundo informações, apesar de todos os fatos ocorridos, por enquanto, ainda continua na base do governo municipal.

 PARA RELEMBRAR – Os Vereadores situacionistas Valmir Almeida, Pedro Paulo Macedo e Jailton da ocaina renunciaram aos cargos de vice-presidente, 1º Secretário e 2º Secretário. Com isto, só o Presidente da Câmara Beto Bahia permaneceu no cargo. O motivo que teria levado os vereadores a renunciar aos cargos seria a mudança da empresa que presta serviço de assessoria contábil. Na época, o Presidente Beto Bahia uma das principais justificativas do presidente foi a economia de R$ 47 mil para os cofres públicos. Segundo ele, em 2016, além do contrato com a empresa, teve de celebrar mais dois contratos para complementação do serviço, que totalizaram R$ 101 mil, mas que em 2017, uma única empresa foi contratada e fará todo o serviço pelo valor de R$ 54 mil, gerando uma economia de R$ 47 mil para os cofres públicos. (Sertão Hoje). Via ChapadaNews

3/08/2017

Piatã: Vereadores renunciam cargo na mesa diretora da Câmara


A terça-feira, 21 de fevereiro, ficará marcada na história politica do parlamento do município de Piatã, uma situação inusitada junto a Câmara Municipal de Vereadores, palco de um episódio inédito. Ocorre que os integrantes da mesa diretora, vereadores Valmir Almeida, Pedro Paulo Macedo e Jailton da Bocaina, deixaram os cargos que ocupavam na mesa diretora, ficando desta forma, o presidente, vereador Beto Bahia, sozinho para conduzir os trabalhos. Com isso novas eleições para ocupação dos cargos vagos na mesa diretora foram convocadas para a sessão seguinte, para a escolha dos substitutos dos renunciados.

 A expectativa era de que nesta terça feira (07/3) já fosse definido os substitutos, mas não foi o que aconteceu, pois os vereadores interessados em ocuparem os cargos, depois de uma breve reunião que antecedeu a sessão legislativa, resolveram não participar naquele momento do processo eleitoral para fazerem parte da mesa. Como não houve candidatos, o presidente convidou os vereadores Miron Matos e depois Ronaldo Souza, para secretariar os trabalhos, ambos alegaram seus motivos, pediram desculpas e acrescentaram que não podiam aceitar o convite naquele momento, o presidente então deu continuidade a sessão normalmente, novamente declarou vagos os cargos de Vice- presidente, primeiro e segundo secretário, convocando eleição, o que deve acontecer assim que surgir os candidatos.

Sem membros na mesa diretora, o presidente esta se embasando juridicamente na Lei Orgânica do Município, no regimento Interno da Casa Legislativa e as demais leis a que compete matéria, tomando todas as medidas para dar continuidade aos trabalhos do poder legislativo, sem prejuízos. De acordo com as leis, as funções dos membros da mesa só chegam ao fim, quando: o membro apresentar renuncia por escrito, por destituição ( ser omisso ou faltoso) e por cassação ou extinção do cargo de vereador. A expectativa continua grande, na esperança que tudo se resolva nas próximas sessões. Como ficou claro na primeira sessão ordinária dessa nova gestão, os vereadores renunciados alegam que a medida adotada naquela manhã está ligada diretamente a mudança da empresa que cuidara da contabilidade, por não ter sido contratada a mesma dois últimos anos. Entendendo os edis que eles deveriam ter sido comunicados da tal mudança.

De acordo com o presidente, conforme seu discurso em plenário, “moralidade e transparência”, será sempre seu ponto forte, explicou, que as contas do Prefeito e do Presidente da Câmara serão julgadas ao final de cada ano e, que quem cuida delas é a contabilidade e que a empresa da preferencias de seus colegas vereadores, foi desleal com ele no mandato de presidente do último biênio da gestão passada, quando se recusou no mês de novembro último, a fechar suas contas, alegando falta de pagamento do mês em referencia, que além do mais, com a contratação daquela empresa, dois outros contratos tiveram que ser feitos para a complementação do serviço, o que custou para os cofres da câmara RS 101.000,00, e que com a contratação da nova empresa a câmara tem uma despesa de RS 54.000,00.

Portanto, o Presidente da câmara de Piatã, num momento que só se fala em crise, esta fazendo uma economia de RS 47.000,00. É como disse o vereador Ronaldo Souza “ a economia por si só já justifica a mudança. O presidente também fez questão de deixar claro na em sessão, que esse é um problema isolado, nada tem haver com seu apoio ao prefeito, que o prefeito é correto e que se assim continuar, terá sempre seu total apoio.

Informações Jornal Acomarca

DOM BASÍLIO: VÍDEO MOSTRA AÇÃO DE ASSALTANTES EM POSTO DE COMBUSTÍVEIS NA BA-148


Câmeras de segurança registraram um assalto ao Posto São Cristóvão 2 no Bairro Santa Luzia, às margens da BA-148, no município de Dom Basílio. Dois homens armados que estavam em uma motocicleta CG Titan de cor preta levaram certa quantia em dinheiro e celular de um cliente. O assalto que durou cerca de 5 minutos aconteceu por volta das 18h45min da noite desta segunda-feira (06). Conforme informações obtidas pela reportagem do L12 Sudoeste, os dois bandidos estavam armados e renderam o frentista, além de um cliente que estava abastecendo. Após o roubo a dupla evadiu-se do local em direção a Livramento de Nossa Senhora. Essa é a segunda vez que o mesmo posto é assaltado em uma semana, segundo a administração do posto. Uma viatura do Pelotão Tático Operacional (PETO) da 46ª CIPM foi acionada ao local e está à procura dos assaltantes. O caso será registrado na Delegacia de Polícia Civil nessa terça-feira.Informações L12.

BONINAL-BA: Policiais da Cipe-Chapada socorrem vítimas de acidente na BR-242


Policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe-Chapada) socorreram vítimas de acidente de trânsito na tarde desta segunda-feira (6), na região próxima ao trevo de Boninal, na Chapada Diamantina. Uma das vítimas, inclusive, ficou presa entre as ferragens e foi retirada pelos soldados da guarnição Eco, que se depararam com acidente na BR 242. A Cipe-Chapada sinalizou a área com cones para prevenir outros acidentes e acionou a Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

De acordo com a Cipe-Chapada, o acidente envolveu dois veículos, um Mitsubishi Triton, cor vermelha, conduzido por Edmilsom Prado e o outro veículo um Corsa Classic/GM, cor branca, conduzido por José Sobrinho. O motorista do Corsa informou aos policiais “que estava viajando com sua esposa de Goiás com destino a Paraíba e que dormiu ao volante quando se deslocava sentido Seabra”. O veículo atravessou a contramão e foi projetado para fora da pista, parando na vegetação. Edmilsom, o condutor da Mitsubishi, estava sozinho no veículo.

 Ele informou que viu o Corsa atravessar a via no sentido da contramão e tentou evitar a colisão frontal quando perdeu o controle da direção e capotou. Ainda conforme a Cipe-Chapada, “os condutores e passageiros tiveram apenas escoriações”. Entretanto, a esposa de José, condutor do Corsa, deficiente auditiva (surda e muda) e paraplégica, ficou presa no veículo, sendo retirada por intervenção da guarnição. Informações da Cipe-Chapada Via: Jornal da Chapada